Artigos

Por que divulgamos informações pessoais apesar dos riscos e vulnerabilidades de segurança cibernética?

por | julho 2022

Informações/ dados pessoais são o coração ou o principal ativo para o processamento de transações online, o alicerce sobre o qual florescem as atividades na Internet. As informações incluem dados pessoais cadastrais, informações financeiras e até informações de saúde. A integralidade de uma transação pode envolver o compartilhamento dos dados coletados com
outras empresas até o recebimento dos bens ou serviços.

A quantidade de transações online aumenta porque o número de usuários de dispositivos com acesso à Internet e o número de organizações com presença e transações, unicamente online, cresce exponencialmente, Portanto, a necessidade de coleta e armazenamento de dados de usuários online em comércio eletrônico ou negócios (e-commerce ou e-business), governo eletrônico (e-government), saúde eletrônica (e-healthcare), mercado eletrônico (e-marketplace) e instituições financeiras cresce na mesma proporção.

Infelizmente, as mesmas informações pessoais também se tornaram o principal alvo de incidentes e ataques de segurança cibernética por conta do papel central que desempenham no avanço das transações online.

Na maioria das vezes, não há opção para que o titular de dados fique fora de trasações online que, sabemos, facilita muito a rotina diária.

Nesse contexto, as legislações sobre proteção de dados que surgem em movimento mundial tem a função de proteger os dados e resguardar a atividade corporativa. Os Instrumentos normativos servem, não para impedir o uso das informações como ativo empresarial, mas para que o tratamento seja realizado conforme os parâmetros legais e com transparência para ciência de seus titulares.

Por isso a necessidade de implementação de política de privacidade e de segurança da informação, que são ações corporativas importantes na nova economia baseada no uso de dados.

Gisele Trigo
Gisele Trigo

Advogada especialista em proteção de dados, Mestranda em Direito Econômico pela Universidade Cândido Mendes, com experiência em contencioso civil, inteligência e investigação (dados confidenciais e sigilosos). Membro da Comissão de Proteção de Dados da OAB/RJ e atuante em consultoria, treinamentos e assessoria em incidentes de dados (LGPD e GDPR).

Gisele Trigo

Advogada especialista em proteção de dados, Mestranda em Direito Econômico pela Universidade Cândido Mendes, com experiência em contencioso civil, inteligência e investigação (dados confidenciais e sigilosos). Membro da Comissão de Proteção de Dados da OAB/RJ e atuante em consultoria, treinamentos e assessoria em incidentes de dados (LGPD e GDPR).

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.